domingo, 3 de janeiro de 2010

esconde-esconde

foto Jean-Sébastien Monzani

Você troca tudo de lugar
esconde minhas roupas
para quando no amanhecer eu lhe procurar.

Você troca o sol pelo luar
esconde os meus beijos
para não amanhecer quando a noite acabar.

Você troca os cds de lugar
esconde os meus livros
para quando amanhecer eu me desesperar

Meu peito alcança o seu olhar.
A casa é pequena, o abraço tão largo:
eu sei onde seu coração está.


(do livro “Poesia provisória”)

8 comentários:

Rayanne disse...

Também sei que o meu anda trocado de lugar.
As palavras vestiram a idéia com tamanha delicadeza, que pareciam nem estar lá.

**Estrelas, querido**

Transe Teatro disse...

Visita!
Abraço!
Adeilton

paulo kauim disse...

valeu nirton


2010 deseja mudanças


axé



parabéns pelo texto

J.F. de Souza disse...

Mas esse eu já li... =P

UM
NOVO
ANO
FELIZ
PRA VC, meu caro!

1[]!

Nirton Venancio disse...

caro J.F., poesia é pra ler várias vezes... e por outro lado, minha produção poética é muito pequena, ainda estou aprendendo a rabiscar versos...

Nirton Venancio disse...

Adeilton, sua visita é terra em transe!

Nirton Venancio disse...

Kauim, 2010 abraços!

Nirton Venancio disse...

Rayanne, sinônimo de doçura, de beleza: de poesia.