terça-feira, 6 de janeiro de 2009

regime

foto Manuel Sardinha

Tenho seus beijos
como medida.
Não ponha açúcar no café.

De doce basta a vida.

(do livro “Raios”)

9 comentários:

Dioneide disse...

Tudo na medida certa.Lindo.

Estou no tempo de poucas palavras...

Bjss

Pavitra disse...


doce é seu poema!

(nem me atrevo a falar de beijos que não sei... rs)

Nirton Venancio disse...

Dioneide,
poucas palavras também dizem muito...

Nirton Venancio disse...

Pav... ôpa! gostei do atrevimento...

Pavitra disse...


ahahahaa

fui atrevida? rsrs

beijos!

Di disse...

Que vida continue doce pra ti então.

Obrigada pelos desejos nos meus comentários, viu? ;)

Nirton Venancio disse...

Di, desejos renovados.

Adriano Queiroz disse...

Beijos... beijos...

Confesso que tenho ido do amargo ou doce nesta vida.

Abraços.

J.F. de Souza disse...

precisamos cortar os prazeres
momentâneos
que nos acostumam mal
e estragam o paladar

é preciso acostumar
este paladar
com as coisas boas da vida