quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

linha

foto Thad Selling

Essa linha que nos separa
no meio da sala
é a mesma que estranhamente
nos enlaça
e assim como nos ameaça
nos joga no mesmo abraço.



Se você parte por um século
ou por segundos me ausento,
fica sempre do outro um pedaço
na viagem solitária
de quem segue em desalento.

(do livro “Poesia provisória”)

12 comentários:

Ricardo Imaeda disse...

belas linhas
belo poema
um abraço.

Nirton Venancio disse...

Ricardo,
suas poucas palavras me fazem bem. Muito.

Adrianna Coelho disse...


essa linha
da poesia provisória
me perpassa...

sabia? :)

beijos, nirton

Nirton Venancio disse...

Adrianna, seu comentário me desalinha, fico comovido...

Sílvio Damasceno disse...

belos poemas, não conhecia o seu blog. Parabéns!

Nirton Venancio disse...

Silvio, obrigado pela leitura, pelo elogio. Um abraço.

séfora disse...

Cara, poeta, hem? gostei

Nirton Venancio disse...

oi, Séfora (é a de Fortaleza?)

luiz gonzaga capaverde disse...

Obrigado pelo seu comentário na minha coluna do O POVO. Gente de alma leve como nós acaba se encontrando. Gostei demais dos seus versos, q confesso, não conhecia.Serei seu visitante permanente.
Abraço fraterno

J.F. de Souza disse...

É pra se perder
um pedaço
mas levar ainda algo
consigo

Isso explica toda essa
obsessão nossa
em cruzar linhas

Nirton Venancio disse...

É isso mesmo, caro JF!

Nirton Venancio disse...

É isso mesmo, caro JF!