sábado, 12 de agosto de 2006

sobre viver

Gil Vicente, nanquim sobre papel, 2002

só escaparemos se conversarmos
se sentarmos
à mesma mesa
e trocarmos olhares
como amigos
ou sobreviventes.

(do livro “A paisagem e a distância – poemas sobre Brasília e outras viagens”)

6 comentários:

Claudio Eugenio Luz disse...

Como sobre- viver?A diplomacia, ultimamente anda longe das mesas, dos olhares, meu caro.

hábraços

Nirton Venancio disse...

vamos tentando, Cláudio, vamos tentando.

Rayanne disse...

No naufrágio de um olhar
Pôr a dor sobre a mesa
E tentar decifrar
Da mais funda tristeza,
O que restou prá guardar.

*ai.

*estrelas*

Nirton Venancio disse...

Rayane... seu poema sobre a mesa.

Dora disse...

Num pensamento bem!!! aprofundado, somos todos "sobreviventes", e, ainda complementando, somos "náufragos", sempre...Há que se comunicar para se obter os subsídios da sobrevivência!
Nirton, Nirton...eu me aposso, sem cerimônia nenhuma dos seus escritos para fazer os "meus"...rs
Desculpe.É que eles(os seus...) me inspiram...
Beijo meu.
Dora

Nirton Venancio disse...

Dora, se aposse sem cerimônia... a poesia precisa se espalhar.

beijos