quarta-feira, 13 de abril de 2011

página em branco


Faz-se sob encomenda pães, biscoitos, tortas... 
Poesia, não.

5 comentários:

Fouad Talal disse...

perfeito nirton!

a poesia ocorre em outro tempo.
um abraço!

Afonso Celso Machado Neto disse...

!!!!

Galba Sandras disse...

Em cada folha de papel em branco um silencioso desafio.

J.F. de Souza disse...

tá pensando o quê? que é padaria? 'pão quente toda hora'?

não é assim
que se manifesta a arte

não é assim
que se faz poesia

MIRZE disse...

Claro!

Qual poeta faz sob encomenda uma poesia que brota no funda de sua alma. Seria um péssimo negócio!

MUITO BOM!

Beijos

Mirze