domingo, 7 de dezembro de 2008

prazo

foto Mila Petrelle

Impossível
terminar o poema nos próximos dias:
falta uma vírgula aqui
aguarda um sentimento ali
avista-se uma cidade acolá.


E essas correções, dores e risos
costumam demorar
uma vida inteira...


(do livro “Poesia provisória”)

10 comentários:

Pavitra disse...


gosto muito dos poemas que li aqui do "poesia provisória"...

esse, em paricular, me tocou muito, talvez por ser tão verdadeiro pra mim...

é lindo!

Dioneide disse...

Seu poema diz tudo.

Ontem mesmo fiquei bricando com as palavras e os sentimentos, mas é um exercício pra uma vida inteira e muitas vezes tudo muda.
Como não sou poeta e não ligo muito pra formatos...escrevo olhando para os sentimentos quando afloram...

Boa semana.
Bjs

Mariana disse...

essa é a poesia que persiste em nós todo dia.

Nirton, muito bom mesmo.

Nirton Venancio disse...

Pavitra, fico feliz quando um poema toca quem leu. Você me deixou assim.
Dioneide, ler e sentir poesia é ser um pouco poeta...
Mariana, essa poesia persiste e parece que nunca acaba. Acho bom assim.

Nirton Venancio disse...

Pavitra, fico feliz quando um poema toca quem leu. Você me deixou assim.
Dioneide, ler e sentir poesia é ser um pouco poeta...
Mariana, essa poesia persiste e parece que nunca acaba. Acho bom assim.

LIVRE disse...

e bota uma vida inteira nisso....lendo voce !! beijos

Dioneide disse...

Hoje acordei com vontade de ser feliz, como se nos outros dias isso não acontecesse, né?...
Mas tem um dia pra gente cantar plenamente " hoje quero ser feliz".
Bj

Nirton Venancio disse...

Karla Livre, essa procura é o sentido de tudo.

Dioneide, que bom acordar com vontade de ser feliz e procurar a poesia pra começar o dia!

J.F. de Souza disse...

O jeito é buscar a novidade sempre.

Nirton Venancio disse...

vamos em busca dessa novidade, caro J.F., vivendo, fazendo poesia.